Plataforma direciona medicamentos e materiais hospitalares para ONGs

Plataforma direciona medicamentos e materiais hospitalares para ONGs

Por meio de parceria com indústrias farmacêuticas, distribuidoras e farmácias, startup PegMed promove logística reversa de materiais que antes seriam incinerados ou descartados em aterros sanitários.

Organizações do Terceiro Setor, hospitais públicos e filantrópicos e prefeituras estão na ponta de uma iniciativa que desde 2018 vem beneficiando pessoas carentes atendidas por esses estabelecimentos.

A atividade se dá por meio da doação de medicamentos e materiais hospitalares próximos do vencimento, a partir da logística reversa realizada pela PegMed, startup mineira responsável por encaminhar os produtos recebidos de parceiros da indústria farmacêutica, de distribuidores e farmácias.

Cofundada pelo empreendedor social e CEO Rodrigo Miranda, a plataforma ajuda também o poder público a evitar gastos com a incineração dos produtos fora de validade, e o meio ambiente, a deixar de receber toneladas de lixo e produto químicos.

A startup de Juiz de Fora (MG) costuma receber medicamentos e materiais hospitalares com datas de validade expirando entre 30 dias e um ano, período de tempo estipulado pela legislação, em que ficam proibidos de ser comercializados.

“A empresa doadora cadastra esses materiais, dentro da validade, em nossa plataforma, e na outra ponta há dezenas de instituições filantrópicas aptas a recebê-los, sem qualquer custo. Já superamos a doação de mais de 2 mil itens”, explica Miranda.

Atualmente, a PegMed tem cadastrados sete doadores; 35 instituições filantrópicas; e em torno de 4 mil unidades de mais de 80 itens – entre medicamentos e materiais hospitalares.

O aplicativo pode ser baixado em app.pegmed.com.br.

Fonte: Da Redação
Imagem: Steve Buissinne por Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *